skip to Main Content
7 Dicas Para Otimizar A Produtividade No RH

7 dicas para otimizar a produtividade no RH

O universo corporativo está cada vez mais focado em produtividade, o que tem feito departamentos de RH em todo o mundo buscarem melhorias em suas estratégias de gerenciamento de capital humano.

Se você está se deparando com esse desafio atualmente, veja sete estratégias que podem ajudar a obter mais produtividade de seu departamento.

1) Bons funcionários = boa produtividade

Mais importante que treinamentos eficazes, neste caso, é poder contar com o profissional certo.

Um colaborador desmotivado pode permanecer dessa forma, independentemente do momento de sua carreira ou local de trabalho – enquanto que um profissional competente produzirá ótimos resultados, mesmo em condições de trabalho deficitárias. De acordo com o Instituto Gallup, funcionários de alta produtividade têm três coisas em comum: talento, alto engajamento e mais de 10 anos de serviço na empresa.

Ao trabalhar em seus processos de admissão, seja criterioso ao escolher seus próximos talentos. Os departamentos de RH não apenas recrutam e entrevistam candidatos em potencial, mas também têm a capacidade de escolher os melhores.

Trabalhe com seu time de RH para não apenas contar com uma lista de benefícios que atraem os melhores talentos, mas também criar um processo de contratação que permita filtrar colaboradores motivados e produtivos.

2) Estimule a capacidade de usar a tecnologia a favor do RH

A tecnologia no RH pode ser decisiva na melhoria da produtividade. É preciso entender o custo total de uma tecnologia, dominar os desafios da implementação e desvendar o enigma da baixa adoção pelos usuários.

Para isso, vá aos eventos e congressos do setor, converse com colegas de outras empresas e reserve um tempo para demonstrações de fornecedores. E quando sua empresa implementar uma nova tecnologia de RH, não trate apenas como um trabalho a ser feito, mas sim como uma oportunidade de aprendizado.

Outra dica importante está em focar nas contratações de profissionais para o RH que tragam algum conhecimento tecnológico consigo.

3) Seja um especialista em RH – não um prestador de serviços

Os profissionais de RH geralmente têm um forte foco no atendimento ao cliente: quando um líder solicita algo, a tendência é atender rapidamente.

O problema é que alguns líderes têm pouca compreensão sobre como lidar com os subordinados e suas dificuldades.

Neste cenário, um mero prestador de serviços vai fazer o melhor para ajudar, mesmo que não seja produtivo. Já um verdadeiro especialista vai analisar questões como esta a fundo: “O que estamos realmente tentando resolver?” e “Qual é o problema real?”.

Vale esclarecer que isso não se trata de ser difícil ou de colocar empecilhos no processo, mas sim de dispor suas habilidades em prol da produtividade. Afinal, quantas vezes você já disse “Sim” quando deveria ter respondido “Espere, vamos pensar sobre isso”?

4) Evite e controle crises

Alguns departamentos de RH permanecem submersos no controle e mitigação de crises boa parte do tempo – o que não é algo produtivo.

Sejamos honestos: se você e sua equipe estão sempre apagando incêndios, então algo está errado. Talvez não seja necessariamente culpa do RH, mas é responsabilidade do departamento descobrir como evitar todas essas crises.

Problemas de relacionamento, gargalos causados por férias ou afastamento de colaboradores, falta de insumos ou recursos – ter um plano B pode ser a garantia da produtividade nestes casos.

5) Aprenda a explorar recursos externos em vez de pedir mais colaboradores

Em tempos de instabilidade econômica, é comum que todas as empresas – independentemente de sua área de atuação – enxuguem orçamentos e mantenham as equipes mais enxutas possíveis.

Combinado a isso, o RH vem passando por uma evolução considerável na última década. Aquela função caracterizada por planilhas e pastas passou a desempenhar um papel mais estratégico e abrangente nas empresas mais modernas do mundo.

No coração dessa mudança está a tecnologia. Hoje os times de RH já contam com softwares específicos para otimizar processos de admissão, como o Acesso RH, plataformas de eLearning (ensino online à distância) para treinamentos remotos e para pesquisas de ambiência.

6) Vá devagar para ir mais rápido

Toda essa transformação digital trouxe uma série de novos recursos que prometem otimizar as rotinas dentro do RH. Mas, é preciso tempo e paciência para todas as adaptações necessárias – o eSocial é um bom exemplo disso.

O conselho “Vá devagar para ir rápido” é fundamental neste momento: de nada adianta adotar uma série de novas iniciativas tecnológicas sem preparar o departamento e até mesmo a empresa como um todo, da forma correta. Ou corre-se o risco de desperdiçar verba e jogar a produtividade dos times lá embaixo com tantas novidades infrutíferas.

Estude o cenário, conheça as ferramentas disponíveis e analise o que realmente vai impactar positivamente a produtividade no momento. Apressar-se raramente resulta em economia de tempo.

7) Obtenha dados melhores

Conforme mencionamos no tópico anterior, o eSocial é uma necessidade latente em departamentos de RH de todo o Brasil. Essa unificação de dados entre o Ministério do Trabalho, o Instituto Nacional do Seguro Social, a Receita Federal do Brasil e a Caixa Econômica Federal promete agilizar processos futuros de admissão, liberação de benefícios e demissão – mas exige um período de adaptações.

Se sua empresa já estiver usando um sistema de gerenciamento de força de trabalho, essa etapa será mais fácil. O AcessoRH já conta com integração total ao eSocial, o que otimiza o trabalho do RH: ele valida todas as informações enviadas pelo candidato – o que evita o retrabalho na etapa da documentação, reduz a duração do processo de admissão de sete para até dois dias e ainda insere no sistema todas as informações necessárias para a folha de pagamento e demais trâmites.

Assim, seu departamento de RH coleta dados mais precisos e de uma maneira mais eficaz, o que contribui para a produtividade do setor e da empresa de uma forma global.

Quando conta com processos eficazes, o departamento de RH é uma força poderosa dentro de sua organização. Comece usando essas estratégias para manter o RH focado na produtividade – e assine nossa newsletter para obter mais dicas como estas.

Back To Top